NOSSO CANAL - VÍDEOS RECOMENDADOS

Loading...

ASSISTA OS VÍDEOS


EU VOCÊ E JAMES, JUNTOS NO YOU TUB


Há um ano comecei a formatar um blog que, na verdade, nem eu sabia ao certo o que pretendia e nem como seria esse “filho”, já que existiam muitos blogs falando com propriedade sobre Parkinson. Resultado: coloquei em "stand by". Queria colocar as idéias no lugar e aguardar uma inspiração.

Por que o nome EU, VOCÊ E JAMES?

EU: podemos falar dos nossos sonhos, aspirações, de receitas, atualidades, alegrias e tristezas, e variedades diversas.
VOCÊ: é a principal razão da existência do blog. É quem vai ajudar na construção e divulgação do espaço que vai ser seu. O espaço é livre.
JAMES: Vixe... Esse aí não é fácil. Como já disse acima, existem muitos blogs que tratam do assunto com competência científica e isso é muito bom. A proposta é que seja uma abordagem bem suave, com humor, pois necessitamos muito de diversão e alegria. Não podemos nos envolver apenas com os aspectos fisiológicos do Parkinson. Vamos tratar do tema com leveza.

Com o Sr. James aprendi, além de outras coisas:
- Ter calma, já que os nervos são o principal fator de problemas para nós;
- Ter sempre um projeto de vida para se apaixonar: como dizia Chico Xavier, estar apaixonado por um projeto faz com que Deus nos dê mais tempo de vida;
- Me movimentar mais, lembrando do sábio Almir Sater na música Tocando em Frente: “Ando devagar porque já tive pressa...”.

E com minha amiga Dalva Molnar aprendi muitas coisas, inclusive que temos muito TA...LEN...TO.

Este blog está trocando de roupa- AGUARDE: EM BREVE NOSSO CLOSET ESTARÁ COMPLETO

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Unifesp busca voluntários para pesquisa em Parkinson

Universidade procura também interessados em participar do programa "Bem-Estar e Felicidade" e pacientes com Síndrome das Pernas Inquietas e TDAH

fevereiro de 2014
Shutterstock
A Universidade Federal de São Paulo procura voluntários para o desenvolvimento de pesquisas em Parkinson, TDAH, gestão de vida e Síndrome das Pernas Inquietas.

Pesquisa sobre demêncida da Doença de Parkinson

Quem desenvolve a pesquisa: Departamento de Neurologia e Neurocirurgia da Escola Paulista de Medicina/Unifesp.

Objetivo: Caracterizar a população portadora de demência por corpúsculos de Lewy (também conhecida por demência da doença de Parkinson) atendida no Ambulatório de Neurologia do Hospital São Paulo, bem como avaliar melhor as características clínicas de cada síndrome para um diagnóstico diferencial mais preciso.

Perfil dos voluntários: Apenas voluntários com diagnóstico confirmado da doença, independentemente da idade. Não podem participar do estudo indivíduos que já tiveram Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Procedimento: Os pacientes selecionados passarão por testes de memória e exames de avaliação motora, tipicamente utilizados para pacientes com doença de Parkinson, bem como exame físico geral incluindo medidas de peso, altura, circunferência abdominal e pressão arterial. Aqueles que não fazem acompanhamento da doença em outro serviço de saúde poderão ser acompanhados no Ambulatório de Neurologia do Comportamento do Hospital São Paulo.

Como participar: Procurar pelo pesquisador Fabricio Ferreira de Oliveira. Às terças, quartas e sextas feiras pela manhã, no Ambulatório de Neurologia do Hospital São Paulo, situado à Rua Botucatu, 740, térreo, pelo celular 96469-6021 ou pelo e-mail fabricioferreiradeoliveira@hotmail.com.



Tratamento para problemas de atenção e/ou hiperatividade em crianças

Quem desenvolve a pesquisa: Departamento de Psicobiologia da Unifesp

Objetivo: Avaliar os possíveis benefícios do exercício físico e do consumo dos ômegas sobre o comportamento e a atenção.

Perfil dos voluntários: Crianças do sexo masculino, com idade entre 9 e 14 anos, com suspeita ou já diagnosticadas com Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade.

Como participar: As inscrições são através do email pesquisaTDAH@gmail.com ou do telefone (11) 5549-2500, das 7h30 às 18h30.



Síndrome das pernas inquietas e tratamento com exercícios de alongamento

Quem desenvolve a pesquisa: Setor de Neuro-Sono da Disciplina de Neurologia da Escola Paulista de Medicina/Unifesp

Objetivo: Analisar o efeito dos exercícios físicos em pacientes com Síndrome das Pernas Inquietas (SPI) como forma de tratamento não farmacológico para redução dos sintomas.

Perfil dos voluntários: Homens e mulheres com idade entre 45 e 65 anos com suspeita de SPI e que não pratiquem exercícios físicos regularmente. Serão excluídos da seleção os portadores de fraturas, limitações articulares; como bursite, tendinite, luxação, artrite, artrose e outros problemas de ossos, tendões e músculos.

Procedimento: Os pacientes serão divididos em 2 grupos com diferentes tipos de exercícios para verificar seus efeitos. Após o diagnóstico clínico, os pacientes serão incluídos no estudo.

Como participar: Os interessados podem entrar em contato com Marcelo Casemiro pelo e-mail: casemiro.marcelo@gmail.com ou deverão procurar o Ambulatório de Neuro-Sono da Disciplina de Neurologia da Unifesp, situado à rua Pedro de Toledo, 650, Balcão 5, somente às quartas-feiras a partir das 13h.



Gestão de vida e bem-estar 

Quem desenvolve a pesquisa: Departamento de Psicobiologia da Unifesp

Objetivo: Analisar os efeitos de técnicas de meditação, relaxamento, treinamento cognitivo comportamental, entre outras terapias não-farmacológicas sobre o bem-estar dos voluntários.

Perfil dos voluntários: Os interessados devem ter idade mínima de 18 anos, com ensino médio ou superior completo.

Como participar: Inscrições: (11) 5081-5405, 5084-7224, 98684-5519, falar com Márcia (horário comercial).
Fonte: Mente e cérebro /Uol.