NOSSO CANAL - VÍDEOS RECOMENDADOS

Loading...

ASSISTA OS VÍDEOS


EU VOCÊ E JAMES, JUNTOS NO YOU TUB


Há um ano comecei a formatar um blog que, na verdade, nem eu sabia ao certo o que pretendia e nem como seria esse “filho”, já que existiam muitos blogs falando com propriedade sobre Parkinson. Resultado: coloquei em "stand by". Queria colocar as idéias no lugar e aguardar uma inspiração.

Por que o nome EU, VOCÊ E JAMES?

EU: podemos falar dos nossos sonhos, aspirações, de receitas, atualidades, alegrias e tristezas, e variedades diversas.
VOCÊ: é a principal razão da existência do blog. É quem vai ajudar na construção e divulgação do espaço que vai ser seu. O espaço é livre.
JAMES: Vixe... Esse aí não é fácil. Como já disse acima, existem muitos blogs que tratam do assunto com competência científica e isso é muito bom. A proposta é que seja uma abordagem bem suave, com humor, pois necessitamos muito de diversão e alegria. Não podemos nos envolver apenas com os aspectos fisiológicos do Parkinson. Vamos tratar do tema com leveza.

Com o Sr. James aprendi, além de outras coisas:
- Ter calma, já que os nervos são o principal fator de problemas para nós;
- Ter sempre um projeto de vida para se apaixonar: como dizia Chico Xavier, estar apaixonado por um projeto faz com que Deus nos dê mais tempo de vida;
- Me movimentar mais, lembrando do sábio Almir Sater na música Tocando em Frente: “Ando devagar porque já tive pressa...”.

E com minha amiga Dalva Molnar aprendi muitas coisas, inclusive que temos muito TA...LEN...TO.

Este blog está trocando de roupa- AGUARDE: EM BREVE NOSSO CLOSET ESTARÁ COMPLETO

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Notícias de Guilherme Karam


 


 INCURÁVEL Guilherme Karan vítima de uma doença degenerativa (FOTO: Divulgação).
 O ator Guilherme Karan, de 54 anos, é vítima de uma doença degenerativa cujos sintomas são muito parecidos com os da doença de Parkinson. Conhecida como Doença de Machado-Joseph (ou ataxia espinocerebelar tipo 3), ela se caracteriza pela falta de controle sobre os músculos e pela falta de coordenação motora. “Muitas vezes começa com uma simples tontura ou formigamento”, diz a neurologista Eliana Melhiado, membro da Academia Brasileira de Neurologia. Em quem é portador da doença, os sintomas podem aparecer entre os 10 e 70 anos de idade, mas normalmente se manifestam aos 30 anos. Os sintomas da doença, que é incurável, podem piorar com o passar dos anos. Além de problemas de coordenação motora, ela pode causar dificuldade para falar, engolir, mover os olhos, e espasmos nas pernas. Para esses casos, são indicadas sessões de fisioterapia e fonoaudiologia.Para os casos de rigidez muscular, uma saída pode ser o uso da toxina botulínica. Medicamentos que também são usados contra o Parkinson podem amenizar os sintomas. A depressão que acometeu o ator também é comum. “A degeneração não atinge os neurônios responsáveis pela cognição, por isso o paciente continua lúcido e sofre com o recrudescimento dos sintomas”, afirma Eliana. Como a doença é rara no Brasil, o lugar ideal para procurar ajuda para o diagnóstico e tratamento da doença é nas universidades públicas. Fonte: Internet