NOSSO CANAL - VÍDEOS RECOMENDADOS

Loading...

ASSISTA OS VÍDEOS


EU VOCÊ E JAMES, JUNTOS NO YOU TUB


Há um ano comecei a formatar um blog que, na verdade, nem eu sabia ao certo o que pretendia e nem como seria esse “filho”, já que existiam muitos blogs falando com propriedade sobre Parkinson. Resultado: coloquei em "stand by". Queria colocar as idéias no lugar e aguardar uma inspiração.

Por que o nome EU, VOCÊ E JAMES?

EU: podemos falar dos nossos sonhos, aspirações, de receitas, atualidades, alegrias e tristezas, e variedades diversas.
VOCÊ: é a principal razão da existência do blog. É quem vai ajudar na construção e divulgação do espaço que vai ser seu. O espaço é livre.
JAMES: Vixe... Esse aí não é fácil. Como já disse acima, existem muitos blogs que tratam do assunto com competência científica e isso é muito bom. A proposta é que seja uma abordagem bem suave, com humor, pois necessitamos muito de diversão e alegria. Não podemos nos envolver apenas com os aspectos fisiológicos do Parkinson. Vamos tratar do tema com leveza.

Com o Sr. James aprendi, além de outras coisas:
- Ter calma, já que os nervos são o principal fator de problemas para nós;
- Ter sempre um projeto de vida para se apaixonar: como dizia Chico Xavier, estar apaixonado por um projeto faz com que Deus nos dê mais tempo de vida;
- Me movimentar mais, lembrando do sábio Almir Sater na música Tocando em Frente: “Ando devagar porque já tive pressa...”.

E com minha amiga Dalva Molnar aprendi muitas coisas, inclusive que temos muito TA...LEN...TO.

Este blog está trocando de roupa- AGUARDE: EM BREVE NOSSO CLOSET ESTARÁ COMPLETO

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Esclarecimentos sobre James

Devido a algumas perguntas sobre James, me dei conta que devo esclarecer quem foi James Parkinson, este grande médico humanista e algumas considerações sobre a doença.

ASPECTOS HISTÓRICOS DA DOENÇA DE PARKINSON == Autor: ELVIO ARMANDO TUOTO == James Parkinson descreveu em 1817 uma doença neurológica até então desconhecida, a qual recebeu o nome de doença ou mal de Parkinson. A doença de Parkinson é um distúrbio do sistema nervoso central, de causa desconhecida, e que afeta principalmente o sistema motor. A sua prevalência na população é de 150 a 200 casos por 100.000 habitantes e a cada ano surgem 20 novos casos por 100.000 habitantes. Os sintomas motores mais comuns são: tremor, rigidez muscular, acinesia (imobilidade) e alterações posturais. Entretanto, também podem ocorrer outros sintomas, tais como comprometimento da memória, depressão, alterações do sono e distúrbios do sistema nervoso autônomo. O inglês James Parkinson (1755-1824) foi médico, paleontólogo amador e ativista social. Sua carreira médica foi ofuscada por sua luta em diversas causas sociais, filantrópicas e até revolucionárias. Em 1817 publicou o estudo An Essay on the Shaking Palsy, no qual caracterizou a paralisia agitante como uma entidade clínica. Foi Jean-Martin Charcot que, 40 anos mais tarde, denominou-a doença de Parkinson. A doença de Parkinson é um epônimo médico universalmente consagrado, sendo utilizado com bastante freqüência, inclusive na imprensa leiga.

Morreu o 21 de dezembro de 1824, sendo enterrado no cemitério de Saint Leonard Parkinson foi a primeira pessoa que descreveu sistematicamente seis indivíduos com sintomas da doença que leva seu nome. Algo inusual para a descrição, ele não examinava a seus pacientes, mas sim os observava a diário. Foi Jean Martin Charcot quem fixou o termo como "A doença de Parkinson" depois de 60 anos de sua descoberta Além de ser médico, Parkinson teve um grande interesse na geologia e a palentología, bem como na política de seu país.




Os parkinsonianos têm sete vidas como o gatinho do vídeo e sabem usar bem as suas habilidades. Há dias de garbo e elegância, equilibristas em cima do muro. E outros, em que, para economizar forças, é preciso se arrastar um pouco. Mas, sem perder o charme peculiar dos felinos.

2 comentários:

  1. Cara Iris,
    Dou-lhe os parabéns pelo lindo blog. Através de seus textos, você presta, com seu jeito alegre, descontraído e espontâneo, valiosa colaboração aos que se encontram em situação idêntica. Receba o nosso abraço de admiração,
    Jairo

    ResponderExcluir
  2. Recebi de uma amigo muito querido, que mora no Espírito Santo, este comentário e resolvi postar.

    ResponderExcluir