NOSSO CANAL - VÍDEOS RECOMENDADOS

Loading...

ASSISTA OS VÍDEOS


EU VOCÊ E JAMES, JUNTOS NO YOU TUB


Há um ano comecei a formatar um blog que, na verdade, nem eu sabia ao certo o que pretendia e nem como seria esse “filho”, já que existiam muitos blogs falando com propriedade sobre Parkinson. Resultado: coloquei em "stand by". Queria colocar as idéias no lugar e aguardar uma inspiração.

Por que o nome EU, VOCÊ E JAMES?

EU: podemos falar dos nossos sonhos, aspirações, de receitas, atualidades, alegrias e tristezas, e variedades diversas.
VOCÊ: é a principal razão da existência do blog. É quem vai ajudar na construção e divulgação do espaço que vai ser seu. O espaço é livre.
JAMES: Vixe... Esse aí não é fácil. Como já disse acima, existem muitos blogs que tratam do assunto com competência científica e isso é muito bom. A proposta é que seja uma abordagem bem suave, com humor, pois necessitamos muito de diversão e alegria. Não podemos nos envolver apenas com os aspectos fisiológicos do Parkinson. Vamos tratar do tema com leveza.

Com o Sr. James aprendi, além de outras coisas:
- Ter calma, já que os nervos são o principal fator de problemas para nós;
- Ter sempre um projeto de vida para se apaixonar: como dizia Chico Xavier, estar apaixonado por um projeto faz com que Deus nos dê mais tempo de vida;
- Me movimentar mais, lembrando do sábio Almir Sater na música Tocando em Frente: “Ando devagar porque já tive pressa...”.

E com minha amiga Dalva Molnar aprendi muitas coisas, inclusive que temos muito TA...LEN...TO.

Este blog está trocando de roupa- AGUARDE: EM BREVE NOSSO CLOSET ESTARÁ COMPLETO

domingo, 29 de janeiro de 2012

Veja como lidar com o mal de Alzheimer

Doença degenerativa causa perda gradativa da capacidade de realizar tarefas cotidianas 






O mal de Alzheimer é uma doença cerebral degenerativa caracterizada por um progressivo e irreversível declínio de funções intelectuais, como memória, orientação no tempo e no espaço e aprendizado. Com o tempo, cálculos simples se tornam complicados, a comunicação fica difícil, até que a pessoa perde gradativamente a capacidade de realizar as tarefas cotidianas.

Conviver com esses sintomas costuma ser problemático para familiares, que acabam recorrendo a cuidadores para ajudar portadores da doença em cuidados de higiene, alimentação e locomoção, entre outros. A Proteste — Associação Brasileira de Defesa do Consumidor apresenta algumas dicas para lidar melhor com esse problema.

Como minimizar as perigosas andanças sem rumo
:: O doente deve ter uma identificação, como uma pulseira com seus dados.
:: Avise vizinhos e comerciantes. Eles podem ajudar, caso a pessoa se perca.
:: Feche as portas de saída da casa para evitar saídas não planejadas.
:: Tenha uma fotografia atualizada, caso ele se perca e você precise pedir informações.
:: Se ele quiser sair de casa, não o impeça. É preferível acompanhá-lo ou vigiá-lo para depois convencê-lo a voltar.

Como ajudar o doente a se alimentar
:: Sente-o com o tronco reto e a cabeça firme.
:: Dê tempo para ele se alimentar e não o contrarie se ele quiser comer com a mão.
:: Dê pequenas porções de alimentos sólidos; às vezes o doente prefere alimentos amassados ou batidos.
:: Faça-o mastigar bem e assegure-se de que a boca permanece fechada durante a mastigação e a deglutição.
:: Dê bebidas com canudos para evitar engasgos.

Como agir em situações especiais
:: Engasgo — tente retirar, com o dedo, o pedaço de alimento. Caso não consiga, coloque o paciente em pé, abrace-o pelas costas e aperte com seus braços a boca do estômago dele.
:: Queda e suspeita de fratura — não o movimente; chame o serviço de emergência o mais rápido possível.
:: Medicamentos — mantenha-os na caixa original para facilitar o controle de validade e a ingestão.
:: Problemas com o sono — evite dar bebidas com cafeína após as 18h.
:: Piso da casa — deve ser antiderrapante e não encerado. Retire tapetes, capachos, tacos e fios soltos.
:: Paredes da casa — adote barras de apoio na parede do chuveiro e ao lado do vaso.

Fonte: Clic RBS

Nenhum comentário:

Postar um comentário