NOSSO CANAL - VÍDEOS RECOMENDADOS

Loading...

ASSISTA OS VÍDEOS


EU VOCÊ E JAMES, JUNTOS NO YOU TUB


Há um ano comecei a formatar um blog que, na verdade, nem eu sabia ao certo o que pretendia e nem como seria esse “filho”, já que existiam muitos blogs falando com propriedade sobre Parkinson. Resultado: coloquei em "stand by". Queria colocar as idéias no lugar e aguardar uma inspiração.

Por que o nome EU, VOCÊ E JAMES?

EU: podemos falar dos nossos sonhos, aspirações, de receitas, atualidades, alegrias e tristezas, e variedades diversas.
VOCÊ: é a principal razão da existência do blog. É quem vai ajudar na construção e divulgação do espaço que vai ser seu. O espaço é livre.
JAMES: Vixe... Esse aí não é fácil. Como já disse acima, existem muitos blogs que tratam do assunto com competência científica e isso é muito bom. A proposta é que seja uma abordagem bem suave, com humor, pois necessitamos muito de diversão e alegria. Não podemos nos envolver apenas com os aspectos fisiológicos do Parkinson. Vamos tratar do tema com leveza.

Com o Sr. James aprendi, além de outras coisas:
- Ter calma, já que os nervos são o principal fator de problemas para nós;
- Ter sempre um projeto de vida para se apaixonar: como dizia Chico Xavier, estar apaixonado por um projeto faz com que Deus nos dê mais tempo de vida;
- Me movimentar mais, lembrando do sábio Almir Sater na música Tocando em Frente: “Ando devagar porque já tive pressa...”.

E com minha amiga Dalva Molnar aprendi muitas coisas, inclusive que temos muito TA...LEN...TO.

Este blog está trocando de roupa- AGUARDE: EM BREVE NOSSO CLOSET ESTARÁ COMPLETO

terça-feira, 26 de março de 2013


Droga para Parkinson ajuda os idosos a tomar decisões

A droga amplamente usada para tratar a doença de Parkinson pode ajudar a reverter deficiências de indecisão relacionadas à idade de algumas pessoas mais velhas, mostra um estudo de pesquisadores da Wellcome Trust Centre for Neuroimaging.

25 March 2013 - O estudo, publicado hoje na revista "Nature Neuroscience", também descreve as mudanças nos padrões de atividade cerebral de adultos em seus setenta anos que ajudam a explicar por que eles são piores na tomada de decisões do que as pessoas mais jovens.

Mais pobreza na tomada de decisão é uma parte natural do processo de envelhecimento que nasce de um declínio na capacidade de nossos cérebros para aprender com nossas experiências. Parte do processo de tomada de decisão envolve aprender a prever a probabilidade de obter uma recompensa a partir das escolhas que fazemos.

Uma área do cérebro chamada nucleus accumbens é responsável por interpretar a diferença entre a recompensa que nós estamos esperando ao começar a tomar uma decisão e a recompensa que é efetivamente recebida. Esses chamados "erros de previsão", transmitido por um químico cerebral chamado dopamina, ajudam-nos a aprender com nossas ações e modificar o nosso comportamento para fazer melhores escolhas da próxima vez.

O Dr. Rumana Chowdhury, que liderou o estudo no Wellcome Trust Centre for Neuroimaging na UCL, disse: "Nós sabemos que o declínio de dopamina faz parte do processo normal de envelhecimento, por isso, queria ver se ele tinha algum efeito sobre a recompensa baseada na tomada de decisão. Nós descobrimos que, quando tratadas as pessoas mais velhas, que eram particularmente ruins na tomada de decisões com uma droga que aumenta a dopamina no cérebro, sua capacidade de aprender a partir de recompensas aumentou a um nível comparável a alguém em seus vinte anos e lhes permitiu tomar decisões melhores."

A equipe usou uma combinação de testes comportamentais e técnicas de imagem cerebral para investigar o processo de tomada de decisão em 32 voluntários saudáveis ​​com idades em seus setenta e poucos anos e 22 voluntários em seus vinte e poucos anos. Os participantes mais velhos foram testados e tomaram a L-dopa, um medicamento que aumenta os níveis de dopamina no cérebro. L-dopa, mais vulgarmente conhecido como Levodopa, é amplamente utilizado na prática clínica para o tratamento da doença de Parkinson. (segue..., em inglês, tradução Hugo) Fonte: Wellcome.uk
http://www.wellcome.ac.uk/News/Media-office/Press-releases/2013/WTP052147.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário