NOSSO CANAL - VÍDEOS RECOMENDADOS

Loading...

ASSISTA OS VÍDEOS


EU VOCÊ E JAMES, JUNTOS NO YOU TUB


Há um ano comecei a formatar um blog que, na verdade, nem eu sabia ao certo o que pretendia e nem como seria esse “filho”, já que existiam muitos blogs falando com propriedade sobre Parkinson. Resultado: coloquei em "stand by". Queria colocar as idéias no lugar e aguardar uma inspiração.

Por que o nome EU, VOCÊ E JAMES?

EU: podemos falar dos nossos sonhos, aspirações, de receitas, atualidades, alegrias e tristezas, e variedades diversas.
VOCÊ: é a principal razão da existência do blog. É quem vai ajudar na construção e divulgação do espaço que vai ser seu. O espaço é livre.
JAMES: Vixe... Esse aí não é fácil. Como já disse acima, existem muitos blogs que tratam do assunto com competência científica e isso é muito bom. A proposta é que seja uma abordagem bem suave, com humor, pois necessitamos muito de diversão e alegria. Não podemos nos envolver apenas com os aspectos fisiológicos do Parkinson. Vamos tratar do tema com leveza.

Com o Sr. James aprendi, além de outras coisas:
- Ter calma, já que os nervos são o principal fator de problemas para nós;
- Ter sempre um projeto de vida para se apaixonar: como dizia Chico Xavier, estar apaixonado por um projeto faz com que Deus nos dê mais tempo de vida;
- Me movimentar mais, lembrando do sábio Almir Sater na música Tocando em Frente: “Ando devagar porque já tive pressa...”.

E com minha amiga Dalva Molnar aprendi muitas coisas, inclusive que temos muito TA...LEN...TO.

Este blog está trocando de roupa- AGUARDE: EM BREVE NOSSO CLOSET ESTARÁ COMPLETO

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Descoberta substância que trata depressão em pacientes de Parkinson

LONDRES - O pramipexol, um agonista dopaminérgico, pode ser útil para combater a depressão em pacientes com mal de Parkinson, segundo um estudo publicado na última edição da revista científica The Lancet. Aproximadamente 35% das pessoas que têm a doença sofrem de depressão.
Veja também:
Estudos anteriores demonstraram que os agonistas dopaminérgicos, como o pramipexol, que contrasta com a diminuição da produção de dopamina no cérebro, são eficazes para atenuar os sintomas de depressão na maioria das pessoas que não têm Parkinson.
Uma equipe da Universidade de Nápoles, liderada pelo neurologista Paolo Barone, iniciou uma pesquisa na qual participaram 296 pacientes procedentes de 12 países europeus e da África do Sul, com objetivo de buscar provas de que essa substância também pode ajudar a tratar pacientes de Parkinson.
Do total, 144 tomaram pramipexol e os 152 restantes um placebo, e ficou constatado que diminuiu muito os sintomas de depressão em 80% dos pacientes que tomaram o princípio ativo.
No entanto, efeitos colaterais como náuseas, enjoos e dores de cabeça, também foram sentidos entre os pacientes que tomaram a substância.
Segundo os autores da pesquisa, o estudo demonstra que este tipo de tratamento deveria começar a ser considerado para os doentes de Parkinson que tenham sintomas fortes de depressão.
Fonte: Estadão.com.br/saúde

linkNota do blog: O blog tem o aspecto informativo.
Sobre o Link Britânico é diagnosticado com mal de Parkinson aos 23 anos , se a classe médica fizer uma pesquisa aqui no Brasil com pessoas que tem Parkinson e perguntar: "Qual a idade do surgimento da doença?" vai ter uma resposta surpreendente,  repensando a afirmativa de que o Parkinson se inicia aos 60 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário