NOSSO CANAL - VÍDEOS RECOMENDADOS

Loading...

ASSISTA OS VÍDEOS


EU VOCÊ E JAMES, JUNTOS NO YOU TUB


Há um ano comecei a formatar um blog que, na verdade, nem eu sabia ao certo o que pretendia e nem como seria esse “filho”, já que existiam muitos blogs falando com propriedade sobre Parkinson. Resultado: coloquei em "stand by". Queria colocar as idéias no lugar e aguardar uma inspiração.

Por que o nome EU, VOCÊ E JAMES?

EU: podemos falar dos nossos sonhos, aspirações, de receitas, atualidades, alegrias e tristezas, e variedades diversas.
VOCÊ: é a principal razão da existência do blog. É quem vai ajudar na construção e divulgação do espaço que vai ser seu. O espaço é livre.
JAMES: Vixe... Esse aí não é fácil. Como já disse acima, existem muitos blogs que tratam do assunto com competência científica e isso é muito bom. A proposta é que seja uma abordagem bem suave, com humor, pois necessitamos muito de diversão e alegria. Não podemos nos envolver apenas com os aspectos fisiológicos do Parkinson. Vamos tratar do tema com leveza.

Com o Sr. James aprendi, além de outras coisas:
- Ter calma, já que os nervos são o principal fator de problemas para nós;
- Ter sempre um projeto de vida para se apaixonar: como dizia Chico Xavier, estar apaixonado por um projeto faz com que Deus nos dê mais tempo de vida;
- Me movimentar mais, lembrando do sábio Almir Sater na música Tocando em Frente: “Ando devagar porque já tive pressa...”.

E com minha amiga Dalva Molnar aprendi muitas coisas, inclusive que temos muito TA...LEN...TO.

Este blog está trocando de roupa- AGUARDE: EM BREVE NOSSO CLOSET ESTARÁ COMPLETO

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Setembro é o mês escolhido pelo ministério da Pesca para incentivar o brasileiro a comer mais peixe. Atualmente, eles comem, em média, cerca de 7 quilos por ano. Essa quantidade é bem abaixo da recomendada pela Organização Mundial da Saúde, que é de 12 quilos.
Os principais benefícios do peixe para a saúde, segundo a nutricionista Bettina Moritz, são causados pela presença do ômega-3. “Previnem doenças cardiovasculares, que são as doenças do coração, diminuem o colesterol, a ansiedade, a insônia, melhora a memória e previne doenças, como mal de Alzheimer e Parkinson. O consumo semanal ideal é de três vezes na semana”, afirma.
Na hora da compra, é preciso verificar o olho do pescado, que deve estar bem brilhante, as escamas no lugar, a carne deve estar bem firme e as guelras bem vermelhas. “Esse é o peixe certo para levar para a sua casa”, recomenda o funcionário de uma das peixarias do Mercado Público de Florianópolis.
Ao tomar esses cuidados, o consumidor pode ter a certeza de levar para casa um produto de qualidade. A nutricionista recomenda as melhores formas de preparo: “Assado, cozido, ensopado e grelhado, evitando o consumo de peixes fritos ou à milanesa. A fritura e os óleos extras aumentam em três vezes a concentração calórica do peixe“.
Fonte :Globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário