NOSSO CANAL - VÍDEOS RECOMENDADOS

Loading...

ASSISTA OS VÍDEOS


EU VOCÊ E JAMES, JUNTOS NO YOU TUB


Há um ano comecei a formatar um blog que, na verdade, nem eu sabia ao certo o que pretendia e nem como seria esse “filho”, já que existiam muitos blogs falando com propriedade sobre Parkinson. Resultado: coloquei em "stand by". Queria colocar as idéias no lugar e aguardar uma inspiração.

Por que o nome EU, VOCÊ E JAMES?

EU: podemos falar dos nossos sonhos, aspirações, de receitas, atualidades, alegrias e tristezas, e variedades diversas.
VOCÊ: é a principal razão da existência do blog. É quem vai ajudar na construção e divulgação do espaço que vai ser seu. O espaço é livre.
JAMES: Vixe... Esse aí não é fácil. Como já disse acima, existem muitos blogs que tratam do assunto com competência científica e isso é muito bom. A proposta é que seja uma abordagem bem suave, com humor, pois necessitamos muito de diversão e alegria. Não podemos nos envolver apenas com os aspectos fisiológicos do Parkinson. Vamos tratar do tema com leveza.

Com o Sr. James aprendi, além de outras coisas:
- Ter calma, já que os nervos são o principal fator de problemas para nós;
- Ter sempre um projeto de vida para se apaixonar: como dizia Chico Xavier, estar apaixonado por um projeto faz com que Deus nos dê mais tempo de vida;
- Me movimentar mais, lembrando do sábio Almir Sater na música Tocando em Frente: “Ando devagar porque já tive pressa...”.

E com minha amiga Dalva Molnar aprendi muitas coisas, inclusive que temos muito TA...LEN...TO.

Este blog está trocando de roupa- AGUARDE: EM BREVE NOSSO CLOSET ESTARÁ COMPLETO

quinta-feira, 28 de julho de 2011

'Conflito com Nicolelis não é pessoal', diz dissidente da UFRN

O neurocientista Sidarta Ribeiro, da UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte), contrariou as declarações da reitora Ângela Paiva e afirmou que existe "um problema" institucional entre a UFRN e o IINN (Instituto Internacional de Neurociências de Natal), dirigido pelo ex-mentor de Ribeiro, Miguel Nicolelis.

Nicolelis diz que quebra de parceria foi 'coisa trivial'
Acesso a equipamentos de pesquisa provoca cisão entre cientistas

Em nota conjunta, o órgão gestor do instituto de Nicolelis e a reitora da UFRN haviam dito que os problemas se resumiam a "divergências pessoais" entre pesquisadores.

"O que existe é um problema que envolve uma parceria público-privada, que precisa ser resolvido e vai ser resolvido", disse Ribeiro.

Ele e colegas cortaram seus laços com o IINN, inclusive requisitando equipamentos antes compartilhados com o órgão, e estão implantando o Instituto do Cérebro na própria UFRN.

"Nosso projeto tem 15 anos e mobilizou muita gente no Brasil e no exterior. Já é um sucesso. Não podemos deixar que um problema de gestão acabe com tudo isso", disse.

Antigos colaboradores do instituto afirmaram à Folha que a gestão de Nicolelis teria envolvido ações autoritárias. O pesquisador argentino Diego Laplagne, da Universidade Rockefeller, foi proibido de entrar no IINN para assistir a uma palestra.

Laplagne havia trabalhado entre 2008 e 2009 como pós-doutorando no IINN. Em 2010, voltou a Natal para participar de um concurso para uma vaga de professor na UFRN.

No dia seguinte, foi ao IINN assistir a uma palestra do também argentino Pedro Beckinschtein, hoje na Universidade de Cambridge.

"Ao chegar me dei conta de que existia uma lista e que, como meu nome não estava nela, não tinha autorização para entrar no instituto, mesmo acompanhado de um professsor do IINN.
A lista estava impressa e plastificada!", contou Laplagne. "Só me restou partir no meu velho Fusca amarelo."

Laplagne também diz que o problema não é pessoal, e sim acadêmico. "A boa ciência básica só pode ocorrer em um ambiente de liberdade, onde o pesquisador tem independência de escolher suas perguntas e a forma de respondê-las. Minha sensação foi a de que não se estava avançando nesse caminho.
Fonte: Folha.com

OBSERVAÇÂO: Lamentável. Quem perde? A Ciência e a Sociedade..
IRIS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário