NOSSO CANAL - VÍDEOS RECOMENDADOS

Loading...

ASSISTA OS VÍDEOS


EU VOCÊ E JAMES, JUNTOS NO YOU TUB


Há um ano comecei a formatar um blog que, na verdade, nem eu sabia ao certo o que pretendia e nem como seria esse “filho”, já que existiam muitos blogs falando com propriedade sobre Parkinson. Resultado: coloquei em "stand by". Queria colocar as idéias no lugar e aguardar uma inspiração.

Por que o nome EU, VOCÊ E JAMES?

EU: podemos falar dos nossos sonhos, aspirações, de receitas, atualidades, alegrias e tristezas, e variedades diversas.
VOCÊ: é a principal razão da existência do blog. É quem vai ajudar na construção e divulgação do espaço que vai ser seu. O espaço é livre.
JAMES: Vixe... Esse aí não é fácil. Como já disse acima, existem muitos blogs que tratam do assunto com competência científica e isso é muito bom. A proposta é que seja uma abordagem bem suave, com humor, pois necessitamos muito de diversão e alegria. Não podemos nos envolver apenas com os aspectos fisiológicos do Parkinson. Vamos tratar do tema com leveza.

Com o Sr. James aprendi, além de outras coisas:
- Ter calma, já que os nervos são o principal fator de problemas para nós;
- Ter sempre um projeto de vida para se apaixonar: como dizia Chico Xavier, estar apaixonado por um projeto faz com que Deus nos dê mais tempo de vida;
- Me movimentar mais, lembrando do sábio Almir Sater na música Tocando em Frente: “Ando devagar porque já tive pressa...”.

E com minha amiga Dalva Molnar aprendi muitas coisas, inclusive que temos muito TA...LEN...TO.

Este blog está trocando de roupa- AGUARDE: EM BREVE NOSSO CLOSET ESTARÁ COMPLETO

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Estudo: Nicotina protege cérebro contra doença de Parkinson

Estudo: Nicotina protege cérebro contra doença de Parkinson
Investigadores parisienses descobriram que a nicotina pode proteger o cérebro contra a doença de Parkinson.
Os cientistas fizeram experiências com ratos geneticamente modificados para não terem um receptor de nicotina específico e ratos com um receptor funcional. Eles usaram tecido de embriões de ratos para preparar condições de culturas que favorecessem a perda progressiva de neurónios de dopamina – uma das principais características da doença de Parkinson.
As experiências mostraram que a nicotina tinha a capacidade de resgatar os neurónios de dopamina nas culturas de ratos normais, mas não podia fazer o mesmo nas culturas de ratos que não tinham o receptor de nicotina.
Para o co-autor da pesquisa Patrick P. Michel, «este estudo aumenta a esperança de um possível tratamento neuroprotector de pacientes num estágio precoce da doença ou até mesmo antes, num estágio onde a doença ainda não foi diagnosticada de acordo com o critério motor».
Os resultados encontrados sugerem que novas terapias para a doença podem ser desenvolvidas com foco nos receptores de nicotina.
A novidade não deve ser vista pelos fumadores como um benefício do hábito.
«Se for fumador, não fique animado», aconselha Michel. «Mesmo se fumar proteger da doença Parkinson, poderá não viver o suficiente para desenvolver a doença porque fumar aumenta muito o risco de cancros mortais e doenças cardiovasculares. Mas agora, nós devemos ser capazes de encontrar formas não-tóxicas de atingir o mesmo alvo», completa.
A pesquisa foi desenvolvida no Institut du Cerveau et de la Moelle Epiniere, em Paris, e foi publicada no The Federation of American Societies for Experimental Biology Journal.
FONTE:DIÁRIO DIGITAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário